Categoria: Festa Cristã

Dia do Católico 2020

A sociedade acreana possui o Dia do Católico como um de seus feriados e datas comemorativas e queremos hoje explicar para você um pouco mais sobre essa comemoração, que possui um lugar de grande destaque no coração de todas as pessoas daquele Estado.

O Dia do Católico é comemorado anualmente no Estado do Acre no dia 20 de janeiro e tem como principal motivação prestar homenagens ao povo católico de todo o país, que à sua maneira sempre tem contribuído com o desenvolvimento do país. A ideia é proporcionar aos católicos um dia para que sejam relembradas as ações da Igreja Católica em prol da sociedade acreana e brasileira em geral, que reconhecidamente deve bastante de suas conquistas ao que o catolicismo construiu em sua história.

Vamos conhecer mais sobre essa data e os eventos que levaram à sua instituição?



Quantos dias faltam para o dia do Católico 2020?
hoje é .
O dia do Católico é celebrado dia 20 de janeiro
Faltam -31 dias para o dia do Católico, dia 20 de janeiro 2020
Dia do Católico é comemorado anualmente no dia 20 de janeiro
Janeiro 2020
Do Se Te Qu Qu Se
29 30 31 01 02 03 04
05 06 07 08 09 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 01
02 03 04 05 06 07 08
01 – Confraternização Universal e Ano Novo
06 – Dia de Reis
20: Dia do Católico 2020

Dia do Católico x Dia do Evangélico

A ideia de criar o Dia do Católico e instaurar esse feriado estadual no Acre veio após a Assembleia Legislativa do Estado aprovar a lei que criava o Dia do Evangélico. Diante de tal concessão à comunidade evangélica do Estado o Deputado Manoel Moraes apresentou o projeto que visava conceder um dia também ao povo católico, afirmando que era inconcebível se dar essa honra aos evangélicos e não dá-la aos católicos.
Como foi a reação da sociedade é o que também queremos indicar para você a partir de agora.



Feriados Católicos

O deputado argumentou ainda que embora existam vários feriados católicos instituídos no calendário nacional e respeitados pelo Acre, mas disse que nenhum deles fazia justiça à população católica, que merecia um dia para fazer a comemoração de sua fé, o que se mostrou como algo bastante justo, embora algumas alas do próprio catolicismo (como o Padre Mássimo Lombardi, reitor da Diocese de Rio Branco), que à época disse que não via necessidade de algo assim ser oferecido à comunidade católica.

Essas foram as teorias aceitas pela maioria dos Deputados que à época foram favoráveis à medida e aprovaram a proposta, instituindo oficialmente no calendário do Estado do Acre.

Comemorações quanto à doutrina

O que também se apresenta como motivo de comemoração para a comunidade católica do Acre no Dia do Católico é uma festividade quanto à doutrina, que assim como a que é comemorada pelos evangélicos, é já consolidada como uma das maiores do mundo.

Também não podemos deixar de dizer que o Dia do Católico de fato inspira o que de bom a Igreja Católica já foi capaz de fazer pelo povo acreano e de todo o Brasil.

A colonização do Brasil e o catolicismo

Essas contribuições vêm de longa data, desde a época da colonização do Brasil, quando junto aos colonizadores portugueses chegaram às nossas terras os missionários Jesuítas, que vinham com a incumbência de pregar a fé católica aos povos nativos que viviam nos continentes esquecidos do mundo.
É claro que não podemos fechar os olhos para algumas atrocidades que foram cometidas em nome da religião, como por exemplo o massacre da fé e dos costumes indígenas em nome do estabelecimento de costumes e fidelidade próprios da Igreja Romana.

Entretanto, cabe-nos ainda dizer que os missionários Jesuítas foram decisivos na proteção dos índios diante da agressividade dos portugueses, na busca por melhores condições de vida para a colônia e na construção de uma sociedade menos opressora para todos.

Em última análise, entre erros e acertos, é fato que desde o início da história do Brasil a Igreja Católica esteve presente e deu sua parcela de contribuição para hoje termos uma sociedade construída e alicerçada.
Por isso, nesse Dia do Católico 2020, queremos prestar justas homenagens a esses bravos guerreiros que são responsáveis por grandes conquistas obtidas por nosso povo desde o início de nossa história até os dias atuais.





Dia de Reis

Possivelmente você já ouviu falar sobre o Dia de Reis e é possível que já tenha ouvido algumas explicações sobre as celebrações desse dia. Mas se quiser maiores informações sobre o assunto, a fim de saber tudo sobre o tema, nós iremos fazer uma explanação completa para que você saiba porque os cristãos celebram essa data com tamanha devoção.

De presentes a festas, o cristianismo sempre celebrou muitas datas comemorativas diferentes em diferentes formas. No entanto, há uma comemoração que tende a se destacar do restante, que é o Dia de Reis, comemorado anualmente no dia 06 de janeiro. Então siga-nos em nosso navio no passado, enquanto aprendemos sobre o Dia dos Três Reis.

Quantos dias faltam para o dia de Reis 2020?
hoje é .
A comemoração marca a adoração bíblica do menino Jesus pelos três reis, é celebrado dia 06 de janeiro
Faltam -45 dias para o dia de Reis, dia 6 de janeiro 2020
DIA DE REIS - O que se comemora!
Janeiro
Do Se Te Qu Qu Se
29 30 31 01 02 03 04
05 06 07 08 09 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 01
02 03 04 05 06 07 08
01 – Confraternização Universal e Ano Novo
06 – Dia de Reis

O que se comemora no Dia de Reis

A comemoração marca a adoração bíblica do menino Jesus pelos três reis, também referidos como três Reis Magos ou Reis Magos. Segundo o Evangelho de Mateus, os homens encontraram o filho divino seguindo uma estrela através do deserto por doze dias até Belém. Melchior, Gaspar e Balthazar – representando a Europa, Arábia e África, respectivamente – viajaram a cavalo, camelo e elefante para encontrar o menino Deus e o presentar com três presentes simbólicos: ouro, incenso e mirra.



+ Datas Comemorativas mês de Janeiro

O que representam os presentes doados

O ouro oferecido por um dos sábios é um reconhecimento simbólico da posição real de jesus como “Rei dos Judeus”, enquanto o incenso manifesta a natureza divina da existência do bebê, já que ele não é um rei terreno, mas o Filho de Deus. E finalmente a mirra, frequentemente usada para embalsamar cadáveres, foi oferecida ao recém-nascido como um símbolo da mortalidade de Jesus – prenunciando sua morte como um meio de purificar a humanidade de seus pecados.

História do Dia dos Três Reis

Também conhecido como Epifania ou Teofania, o Dia de Reis é um dia de festa cristã que celebra a revelação de Deus em seu Filho como humano em Jesus Cristo. A observância teve suas origens nas igrejas cristãs orientais e foi uma celebração geral da manifestação da encarnação de Jesus Cristo. Incluiu a comemoração de seu nascimento; a visita dos Magos, todos os eventos da infância de Jesus, seu batismo no Jordão por João Batista e até o milagre das bodas de Caná, na Galiléia.

Parece bastante claro que o batismo foi o principal evento a ser comemorado. A referência mais antiga à Epifania como uma festa cristã foi em 361 dC, por Amiano Marcelino. São Epifânio diz que a Epifania (Dia de Reis) é a epítolahemeragenethliontoutestin, que se traduz em “Aniversário de Cristo; isto é, sua epifania ”
Ele também afirma que o Milagre de Caná ocorreu no mesmo dia de calendário. Em um sermão proferido em 25 de dezembro de 380 dC, São Gregório de Nazianzo referiu-se ao dia como taoponia (“a teofania”, um nome alternativo para a Epifania). Ele disse que é um dia comemorando o santo nascimento de Cristo e disse aos seus ouvintes que eles logo celebrariam o batismo de Cristo.

Então, no Dia de Reis, ele pregou mais dois sermões, onde declarou que a celebração do nascimento de Cristo e a visitação dos Magos tinham ocorrido e que eles agora comemorariam seu batismo. Neste momento, a celebração dos dois eventos estava sendo observada em ocasiões separadas.

São João Cassiano disse que, mesmo em seu tempo (início do século V), os mosteiros egípcios celebravam a Natividade e o Batismo juntos no dia 6 de janeiro. A Igreja Apostólica Armênia continua celebrando o Dia de Reis como a única comemoração da Natividade.
Nesse Dia de Reis, festa da manifestação do Senhor, comemore com alegria o conhecimento daquele que nasceu e viveu para mudar a vida de toda a humanidade.

Send this to a friend