Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil

No dia 15 de agosto os paraenses têm em seu calendário a Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil e essa é uma data comemorativa que traz excelentes lembranças ao povo paraense, que viu nesse evento a sua completa adesão ao plano político da República Federativa do Brasil, ainda que com ressalvas em relação a uma série de coisas que serão expostas nesse artigo.

Antes mantendo forte ligação com a Coroa Portuguesa, o Pará não aderiu à Independência do Brasil, quando esta se concretizou em 07 de setembro de 1822. Houveram diversos eventos que conduziram a esse processo e nós iremos apresentar para você os fundamentos que levaram a isso.

Vem com a gente e descubra por que essa data comemorativa é de suma importância para o povo paraense e para todo o Brasil!

Quantos dias faltam para o dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil 2020?
hoje é .
O dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil é comemorado dia 15 de agosto.
Faltam 244 dias para o dia da Adesão do Estado do Pará em 2020
Dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil
Agosto
DoSeTeQuQuSe
26272829303101
02030405060708
09101112131415
16171819202122
23242526272829
30310102030405
09: Dia dos Pais
15: Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil

A divisão do Brasil em duas Províncias

Para compreendermos plenamente as razões do Estado do Pará para não aderir de imediato à Independência do Brasil, precisamos nos reportar aos estudos de história e relembrar que nesse período o país estava dividido entre as províncias do Brasil e do Grão-Pará e Maranhão. Os movimentos de luta pela independência surgiram na Província do Brasil, ficando a Província do Grão-Pará e Maranhão praticamente alheias a esse processo. Isso se deve especialmente ao fato de que a Província do Grão-Pará e Maranhão mantinham suas relações diretamente com a Coroa Portuguesa, em pouco ou nada debatendo com o Governo Brasileiro quaisquer de suas necessidades.

Foi por esse motivo que a Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil se deu bastante tempo depois, quase um ano após o grito da independência dado por Dom Pedro I às margens do Rio Ipiranga.

As investidas do Governo Brasileiro contra os Estados que não aderiram à Independência

Não foi somente o Estado do Pará que resistiu ao processo de independência do Brasil. Diversos outros estados foram resistentes à ideia e precisaram ser “convencidos” de que a melhor alternativa era se unir definitivamente ao Brasil, abandonando a Coroa Portuguesa.

Isso era algo tão latente que Dom Pedro I, então Imperador do Brasil, ordenou aos militares que fossem aos estados rebeldes exigir que aderissem à independência e se submetessem ao seu domínio. Assim foi feito e um a um os estados foram se curvando ao Imperador do Brasil.

A ideia a princípio não era chegar até o extremo norte do país, onde estava o Estado do Pará, mas em 11 de agosto de 1823 as esquadras militares chegaram ao Pará para apresentar as exigências do Imperador. Eles portavam uma carta onde diziam que o Imperador ameaçava invadir o território, bloquear o acesso ao porto da capital e sufocar a economia do Estado, já que esta se baseava especificamente em exportações.

Não era o desejo dos governantes do Pará, que preferiam manter suas relações com Portugal, continuando apartados do Brasil administrativa e politicamente. Mas o receio de que o Imperador cumprisse as ameaças e invadisse o território paraense, fazendo sucumbir a sua economia, fez com que os líderes da sociedade optassem pela adesão à independência. Foi por esse motivo que o dia 15 de agosto ficou marcado na história como o dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil.

Diferentes pontos de vista

Em muitas oportunidades, especialmente quando da passagem das comemorações do dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil, muitas opiniões são apresentadas sobre o fato, sendo muitas delas contraditórias. Algumas pessoas julgam que tenha sido ruim para o Estado essa adesão. Para outros, foi algo positivo. Mas o fato foi que isso aconteceu e a vida das pessoas continuou a mesma, desde o dia em que se deu o evento.

Aos nossos compatriotas do Estado do Pará, que nesse dia comemoram o Dia da Adesão do Estado do Pará à Independência do Brasil, o nosso carinho e o reconhecimento de que para o país foi extremamente positivo o evento, que enriqueceu bastante o país e o tornou economicamente mais forte e competitivo.