Ciclos menstruais irregulares, tire todas as suas dúvidas

0
167
Ciclos menstruais irregulares
Imagem: Reprodução br.freepik

Todas as mulheres após os 10 anos até próximos aos 50 anos menstruaram. E isso, é tema de muitas dúvidas até para as mulheres que já menstruam há algum tempo. Isso acontece porque as alterações hormonais, doenças e outros fatores, podem mudar nossa menstruação.

A menstruação ocorre porque mensalmente há uma descamação do revestimento uterino, esse revestimento é conhecido como endométrio



O endométrio é preparado mensalmente para receber um óvulo fecundado, ou seja, para a gestação. Quando o óvulo não é fecundado, cerca de 14 dias após essa liberação do óvulo, ocorre a menstruação. Mensalmente esse processo é repetido, liberando novos óvulos para uma nova gestação.

Durante esse período várias coisas podem causar mudanças, no ciclo menstrual e na formação do endométrio. Vamos falar de alguns problemas comuns que pode acontecer durante a menstruação e quando você deve buscar ajuda médica especializada.

Quanto tempo em média dura um ciclo menstrual?

A média comum para a duração de um ciclo menstrual é cerca de 28 dias, mas algumas mulheres têm ciclos de 25 dias, outras podem chegar a 45 dias.

A menstruação em si, também pode variar de 4 a 7 dias, a intensidade do fluxo também pode ser diferente em cada mulher. Fatores como cheiro e cor podem ser alterados por fatores como hormônios ou emocionais.

Menstruações com duração de mais de oito dias são consideradas prolongadas e quando não acontece de maneira regular, procure consultar seu ginecologista. Quando a menstruação dura apenas um dia, não é considerada uma menstruação, e sim um sangramento de escape.

Fatores externos como estresse, doenças, alterações hormonais, podem interferir nos ciclos menstruais, assim como na menstruação. Geralmente os primeiros ciclos menstruais são irregulares, depois eles se regulam, se após um ano não regularem procure um médico.

Menstruar mais de uma vez no mês é normal?

Mulheres que tem o ciclo menstrual mais curto, cerca de 25 dias podem menstrual até duas vezes no mês. Isso é bem comum, ainda mais no início dos ciclos menstruais, o desequilíbrio hormonal é o que causa essa irregularidade.

Essas alterações hormonais podem causar mudança na quantidade do sangramento, assim como na cor e no cheiro. Quando essas características estiverem muito alteradas o mais correto é buscar orientação médica.

O volume do fluxo ainda pode sofrer alterações logo após o parto, mas nas mulheres adultas essas alterações são incomuns de acontecer.

Caso essas alterações ocorram podem ser causadas por algumas doenças como mioma, câncer uterino, ovários policísticos, cistos no ovário, cirurgias no ovário ou laqueaduras. Fatores como medicamento, excesso de estresse também pode contribuir para essas alterações. Quando realizar uma consulta ginecológica é sempre bom informar para o ginecologista essas informações.

Minha menstruação atrasou, estou grávida?

A maioria das mulheres quando tem um atraso menstrual, logo pensam em uma gestação. Mas a gestação não é o único motivo que pode levar a um atraso menstrual.

Mudanças na rotina diária, o início de uma nova atividade física, estresse, mudança no trabalho, na alimentação, todos esses fatores podem interferir.

Algumas doenças como depressão, anemia, alterações psicológicas, cisto no ovário, ovários policísticos, ansiedade, dietas desequilibradas e doenças no útero. A própria preocupação em estar grávida pode levar a mulher a ter um atraso menstrual.

Quando esses atrasos não são regulares, pode ficar tranquila, mas quando eles começam a ser frequentes o correto é buscar orientação médica.

Se a irregularidade e os atrasos não forem identificados por mudanças externas, provavelmente o médico indicará que seja realizado o tratamento com pílulas anticoncepcionais.

O anticoncepcional auxilia no controle do fluxo e ajuda a regular produção dos hormônios.

Posso menstruar mesmo estando grávida?

Muitas mulheres se assustam com a notícia de uma gestação, mesmo estando menstruando normalmente. A menstruação durante a gestação é bem comum de acontecer. Principalmente nos três primeiros meses da gestação, essa menstruação é conhecida como menstruação de escape.

Essa menstruação acontece porque o corpo ainda está habituado a realizar o processo da menstruação e com isso ainda pode ocorrer fluxo. O fluxo da menstruação durante a gestação costuma ser menor que o fluxo normal.



Além do fator hormonal existem outras causas que podem levar a mulher a menstruar. Como uma gravides ectópica, a adesão do óvulo na parede uterina, relação sexual intensa, exame de toque ou ultrassom. Medicamentos como heparina, aspirina ou anticoagulantes. Em casos de reprodução assistida, infeções no colo do útero, na vagina ou até aborto.

Se a gestação está com mais de 37 semanas pode ser um aviso de parto pré-maturo.

E a menstruação pós-parto com ela acontece?

Essa questão dependerá se a mulher está ou não amamentando. Após o parto a mulher começa a ter um sangramento comum. Esse sangramento pode durar até 30 dias, a intensidade pode variar em cada mulher, sendo alguns bastante abundantes.

Algumas mulheres que estão amamentando podem ficar até um ano sem menstruar, mas lembrando, mesmo sem menstruação podem ficar grávidas, por isso, cuidado.

Mulheres que não podem amamentar, voltam a ter ciclos menstruais um mês após o parto, inicialmente essa menstruação será irregular. Podendo ser adiantada ou pode vir mais de uma vez no mesmo mês.

O comum é que esse ciclo da menstruação volte a regularidade do seu corpo em torno de três a seis meses. Caso passe esse período e ele não volte a ser regular como antes da gestação, procure orientação médica. Alterações na cor e odor também precisam de atenção.

Menstruação escura e com coágulos é normal?

A menstruação geralmente é rosada ou em tons de vermelho, quando a cor está mais para preto, marrom ou tipo uma “borra de café”, alguns fatores podem estar influenciando.

Alteração da pílula hormonal, alteração dos hormônios, que podem ser causadas por medicamentos, doenças ou fatores esternos.

Fatores psicológicos, estresse, depressão, doenças como endometriose, miomas, cistos e até a gestação pode causar alteração na coloração. Nos últimos dois dias essa alteração da cor pode ser normal.

Já a questão do coágulo, em algumas mulheres pode ser normal, quando o fluxo é mais intenso. Isso acontece porque o sangue coagula antes de sair do corpo da mulher, mas pode ser alguma doença.

 Agora se os coágulos forem grandes demais ou em quantidade elevada o mais correto é consultar um ginecologista para verificar. Os tamanhos dos coágulos podem variar de entre 5mm, chegando até 4 centímetros.

Menstruação faz bem para saúde?

A menstruação feminina é um evento normal para o corpo da mulher, é o processo de liberação do endométrio que não foi utilizado, ou seja, não ouve uma fecundação.

É uma ação fisiológica comum, fazendo parte do ciclo de fertilidade da mulher, todas as mulheres iram passar anos da sua vida menstruando. Algumas passaram de uma maneira tranquila, outras sofreram mais com os sintomas da TPM ou das cólicas.

A menstruação em si não faz mal, somente em casos de menstruação excessivas que podem causar anemia. O uso excessivo de hormônios para que a mulher não menstrue pode elevar o risco de câncer.

Ela é como se fosse uma limpeza uterina, retirando toda essa camada de endométrio velha. Para a menstruação é mais recomendada em casos que as cólicas são intensas, que os sintomas da TPM são difíceis de controlar ou em caso de SOP.

É possível engravidar com ciclo menstrual irregular?

Para mulheres que tem o ciclo menstrual irregular, engravidar pode não ser uma tarefa tão simples. Já que o período irregular pode dificultar a fertilidade e a fecundação.

Cada ciclo pode ser irregular por motivos diferentes e isso pode atrapalhar que o casal pode conseguir uma gestação.

Quando o ciclo é irregular é mais difícil de saber quais serão os dias da ovulação. As alterações podem ser causadas por doenças no sistema reprodutor, alterações hormonais, excesso de atividade física, estresse, hipotireoidismo, hipertiroidismo, SOP, alterações na alimentação.

Essas alterações no ciclo podem levar a mulher a não ter ovulação, para que a mulher possa tentar calcular a ovulação ela pode usar a calculadora menstrual.

Confira a Calculadora e calendário do ciclo menstrual

Ela precisará de mais tempo, cerca de um ano acompanhando para que ela possa conseguir prever esse período. Observe sinais como dor no ventre, muco cervical, aumento libido, elevação da temperatura.

Cólica menstrual quando é normal?

A cólica menstrual também é conhecida como dismenorreia, ela acontece porque o corpo libera uma substância chamada de prostaglandina. Ela faz com que o útero tenha a contração para eliminação do endométrio.

Cerca de 50% das mulheres sofrem com cólicas menstruais de intensidades diferentes. A cólica pode ser primária ou secundária, a primária é quando a cólica é causada pelo aumento da prostaglandina.

A causa secundária é quando ela causada por alterações patológicas dentro do sistema reprodutivo, como tumores, fibromas, entre outras.

A dor da cólica pode ser intermitente e aguda, em algumas mulheres a dor pode ser incapacitante com curtos períodos de acalmaria.

As cólicas podem vir associadas a vômitos, náuseas, dores de cabeça, inchaço, nas mamas. Algumas mulheres podem precisar de hospitalização para controle da dor. Quando as cólicas permanecerem por muitos ciclos de forma intensa, procure ajuda médica para verificar alguma doença.





DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui