Festa do Divino Espírito Santo

Festa do Divino Espírito Santo

A Festa do Divino Espírito Santo é comemorada com muita devoção e fé em diversos lugares do Brasil e do mundo, mas no Estado do Rio de Janeiro, na cidade de Paraty, acontece uma das mais belas comemorações direcionadas à divindade, que todos os anos movimenta a cidade em termos religiosos e também sociais, posto que a economia da cidade também se movimenta bastante nos dias de comemoração.

Nessa postagem queremos trazer para você algumas informações a respeito dessa solenidade e por que ela é tão importante para a devoção popular e para a disseminação da fé cristã na sociedade.

Quem é o Divino Espírito Santo?

Antes, porém, de falarmos em detalhes sobre a Festa do Divino Espírito Santo queremos que você compreenda quem é a divindade que comemoramos nesse dia.

O Espírito Santo é a terceira pessoa da Santíssima Trindade, formando uma só divindade com o Pai e o Filho. Isso faz parte dos ensinamentos da doutrina cristã, que diz que o cristianismo tem apenas um Deus, porém dividido em três pessoas. Então as festas dedicadas ao Pai, Filho e Espírito Santo são direcionadas a um único Deus, mas as nomenclaturas são próprias de cada um.

Assim, para o cristianismo, a Festa do Divino Espírito Santo é a comemoração do Deus Santificador, aquele que nos instrui e nos dá discernimento do que é bom e agradável aos olhos de Deus.

A Festa do Divino Espírito Santo em Paraty

A tradicional Festa do Divino Espírito Santo é atribuída à rainha Isabel de Portugal (1271 – 1336) e foi trazida ao Brasil pelos colonizadores. Em Paraty é comemorado desde o século XVIII. A Festa do Espírito Santo é realizada no dia de Pentecostes e é um tributo à Terceira Pessoa da Trindade, dando início a 10 dias de grande devoção religiosa e alegria profana. Embora a Festa do Espírito Santo em Paraty tenha sido transformada, reteve suas características religiosas de agradecimento e promessas, mas também o aspecto pagão de recreação e entretenimento.

A Festa do Divno Espírito Santo em Paraty é a mais tradicional do país, apesar da ação transformadora do ritmo e da integração da cidade e seus habitantes com a cultura dos grandes centros do Brasil.

Esta é uma das mais importantes festas litúrgicas da Igreja Católica e da cidade de Paraty, sendo comemorado como uma solenidade. Esse dia celebra a descida do Espírito Santo sobre os discípulos de Jesus no dia de Pentecostes, 50 dias depois da Páscoa.

O festival é uma autêntica relíquia da antiga história cultural do Brasil. Poucos têm a autenticidade e beleza que ela tem. O festival envolve praticamente toda a comunidade: a organização da festa começa um ano antes da implementação, coordenada por um “festeiro” escolhido pela paróquia para conduzir dezenas de voluntários.

Alguns eventos que marcam a Festa de Paraty

Católicos carregando bandeiras vermelhas com o símbolo do Espírito Santo (uma pomba) passam por todos os bairros da cidade em procissão das casas até a Igreja Matriz, onde são rezadas diariamente as ladainhas durante uma novena. As procissões saem das ruas todos os dias para a celebração.

Desde os tempos coloniais, a Festa do Divino Espírito Santo em Paraty tornou-se um evento de beleza única. O festival inclui a apresentação de páginas, bandas, litanias de novena, missas cantadas, roupas de leilão, danças, distribuição de doces para crianças, a coroação do imperador e um grande almoço na véspera do Pentecostes, para todos os participantes da festa.

Há também as festas nas casas das pessoas, os chamados “pousos” de folia, que as pessoas costumam fazer em devoção, fazendo círculos de oração e se confraternizando com jantares, música e bebida. É aqui que muitas vezes se diz que o sagrado se mistura com o profano, trazendo para pessoas de todas as tribos a possibilidade de comemorar com amor os festejos do Espírito Santo.

Com muita devoção e amor à Trindade Santa, desejamos que o povo brasileiro comemore com fé a Festa do Divino Espírito Santo, para que as bênçãos de Deus sejam derramadas proficuamente sobre a vida de quem acredita e confia em seu poder.