Quinta-Feira Santa 2020

A Quinta-Feira Santa é um dia de celebração em que os cristãos católicos, ortodoxos e algumas ramificações protestantes comemoram a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. A cerimônia costuma contar com a celebração litúrgica em memória dos eventos praticados pelo Senhor Jesus, como a última ceia e o memorial do lava-pés, gesto que até hoje é relembrado como um ato de humildade daquele que é o grande rei.

Nessa postagem nos propomos falar sobre esse assunto e explicar em detalhes o que é a Quinta-Feira Santa e qual a sua importância para o desenvolvimento do calendário litúrgico, onde ela consta como uma das datas comemorativas mais importantes, já que está inserida dentro das celebrações da Páscoa, a mais importante solenidade celebrada pelo cristianismo na atualidade.

Quantos dias faltam para Quinta-Feira Santa de 2020?
hoje é .
A Quinta-Feira Santa celebrada dia 09 de abril.
Faltam 116 dias para quinta-feira Santa 2020
Quinta Feira Santa 2020
Abril
DoSeTeQuQuSe
29303101020304
05060708091011
12131415161718
19202122232425
26272829300102
03040506070809
09: quinta-feira santa 2020 10: Paixão de Cristo
12: Páscoa

O Tríduo Pascal

É interessante assinalar que a Quinta – Feira Santa, com a belíssima cerimônia do lava-pés, dá início ao Tríduo Pascal, que são os três dias que antecedem o grande dia da ressurreição. Esse tem início nas vésperas (hora litúrgica de oração) da Quinta – Feira Santa e se estende até as vésperas do Sábado de Aleluia, quando então tem início a Vigília Pascal, com o grande anúncio da Páscoa.

Inserida nesse rol, a Quinta – Feira Santa torna-se, assim, uma data de enorme significado para o cristianismo em todos os tempos.

Compreendendo a fundo cada um dos acontecimentos

Cada fato relacionado a essa data comemorativa tem um profundo significado para o cristianismo e queremos explicar um a um para você agora.

Eucaristia e a Santa Ceia

Na quinta – feira, Jesus de Nazaré janta com seus 12 apóstolos para dizer adeus a eles antes de morrer e compartilhar com eles o pão e o vinho. Durante o jantar, Jesus Cristo anunciou que um deles o trairia (este seria Judas Iscariotes). Ele também prevê a negação de Pedro.

O momento mais importante para os cristãos é a instituição da primeira Eucaristia, um dos sete sacramentos católicos.

Jesus toma o pão, quebra-o e distribui-o entre seus discípulos, dizendo: “Toma e come tudo, porque este é o meu corpo, entregue por vós”. Então pega o cálice com o vinho e diz: “Tome e beba todos eles, porque este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança, derramado por vocês e por todos os homens em remissão de pecados”.

A primeira Eucaristia termina com Jesus dizendo: “Faça isso em minha memória”, o que a Igreja Católica considera como a instituição da Ordem Sacerdotal, outro dos sete sacramentos.

O Lava-Pés pés

Na Última Ceia realiza-se também a cerimônia do lava-pés, que se interpreta como uma ação de humildade de Jesus com os seus discípulos e também com toda a humanidade.

Pedro é o único que questiona a lavagem de seus pés. “Você não vai mais lavar meus pés”, deixa ele ir, já que o apóstolo considera uma humilhação de seu Senhor para ele. “Se eu não lavar os teus pés, você não está do meu lado”, respondeu Jesus Cristo, de acordo com os Evangelhos. Ao que Pedro respondeu: “Senhor, não apenas os pés, mas também as mãos e a cabeça”.

Oração no Jardim do Getsêmani

Depois da Última Ceia, a oração chega ao Jardim do Getsêmani. Jesus vai ao pomar para orar e pede a seus apóstolos para acompanhá-lo. Mas todos eles adormecem lentamente.

Em sua agonizante oração, Jesus Cristo diz: “Pai, se você quiser, salve-me este cálice, mas não faça a minha vontade, mas a sua”. Depois que o resto é tomado por um grupo liderado por Judas, que o traiu por 30 moedas de prata, como ele havia profetizado.

Neste momento, Pedro corta com sua espada a orelha direita de um dos soldados que vieram prender Jesus. Este então dá um belíssimo ensinamento a Pedro, indicando que não era necessário lutar pois tudo aconteceria de acordo com a vontade de Deus.

Diversos ensinamentos nos são passados nas comemorações da Quinta-Feira Santa e esperamos que os corações de todos os brasileiros estejam prontos para recebe-las e torna-las concretas em suas vidas, pois assim construiremos uma sociedade mais justa e humilde, conforme procurou nos ensinar o grande Mestre, Jesus.